27 junho 2007

Corticóides


Corticóide ou corticosteróide (popularmente chamado de cortisona) é um medicamento usado no tratamento das doenças alérgicas e qué é sintetizado a partir de um hormônio produzido por uma pequena glândula chamada supra-renal, pois se localiza logo acima do rim.










Este hormônio – chamado de cortisol - é essencial para a vida, contribuindo
para manter o equilíbrio no organismo humano. Atua como um potente antinflamatório natural, além de influir em diversas funções do organismo como no metabolismo ósseo, de açucares, sais minerais, gorduras, proteínas, exercendo também ação estimuladora no cérebro. Estas ações são muito importantes para gerar energia necessária para manutenção das atividades diárias e em especial nas situações de estresse tanto físico como emocional. Por exemplo, no momento de uma infecção o organismo precisa de reservas de energia para se defender e o cortisol atua provendo condições para a recuperação.

A produção de cortisol obedece a um ritmo diário (“ritmo circadiano”),
com um nível máximo do hormônio pela manhã, ao acordar. O nível de cortisol vai caindo lentamente até que à noite há um nível mais baixo no sangue, coincidindo com a sensação de cansaço e necessidade de repouso. Durante o sono, a glândula volta a produzir o hormônio a fim de que o organismo esteja apto para suas atividades diárias ao acordar, pela manhã. Este ritmo de produção do cortisol pela supra-renal é regulado por uma outra glândula; a hipófise ou pineal, localizada no cérebro, sob a influência de outras estruturas reguladoras cerebrais.

Mas o corpo humano é harmonioso: para produzir o cortisol, a glândula supra-renal obedece às ordens da hipófise e do hipotálamo. A regulação do cortisol é portanto o resultado da participação harmoniosa do eixo hipotálamo – hipófise – adrenal. Assim, quando o nível sérico do cortisol, o eixo reduz sua atividade vice versa – se o nível está elevado, automaticamente o eixo estimula sua atividade.

Por isso, quando uma pessoa utiliza um medicamento contendo corticóide, poderá ocorrer uma interferência no eixo regulador/produtor e resultar em alteração de produção do cortisol pelo organismo. No uso curto por poucos dias, não há problema: uma vez suspenso o medicamento, a glândula supra-renal retoma a sua produção diária normal. Entretanto, se a terapia for prolongada (acima de 30 dias) a retomada da atividade da glândula pode ser lenta ou até mesmo permanente, acarretando sérios problemas de saúde.

Os corticóides são utilizados de forma sintética em medicamentos usados em muitas doenças e na Alergia, por sua estupenda ação antinflamatória. O uso deste medicamento acarreta melhora quase imediata de crises agudas de asma, rinite, urticária, eczemas, farmacodermias e da anafilaxia.

Conhecendo as ações dos hormônios corticosteróides, fica mais fácil compreender seus principais efeitos colaterais, em especial quando utilizados de forma sistêmica por via oral (comprimidos e xaropes) ou injetável.


Medicamentos contendo corticóides:
Os remédios contendo corticóides sintéticos (chamados popularmente de “cortisona”),

são utilizados no tratamento de diversas doenças alérgicas, como a asma, rinite,
alergias na pele e no choque anafilático.

• Via oral: xaropes e comprimidos;
• Para uso injetável;
• Para uso inalado: nebulizações, sprays ou inaladores de pó seco;
• Uso na pele: pomadas e cremes;
• Uso oftálmico –colírios.




CORTICÓIDES POR VIA ORAL

Usados sob forma de comprimidos ou como xaropes estão indicados nas crises de asma, rinite e em outras formas de alergia (urticária, angioedema, etc). O ideal é o uso por poucos dias, a fim de corrigir o problema sem que haja interferência na produção do cortisol pela glândula adrenal, sendo uma medicação valiosa e segura.
Os efeitos colaterais são variáveis de pessoa a pessoa, dependendo da dose e do tempo de uso. Os mais comuns são aumento do apetite e alterações do sistema nervoso: algumas pessoas sentem-se com mais energia, outros se queixam de tristeza, irritabilidade e insônia.
No caso da asma, é importante chamar a atenção sobre o medo do corticóide por causa dos efeitos colaterais, mas o retardo no início do uso pode acarretar piora da doença e levar à internação hospitalar (às vezes até em CTI), sendo necessário o uso de doses muito mais altas da cortisona.

Ressalta-se que este medicamento só deve ser feito sob orientação do médico e em hipótese nenhuma por conta própria ou por conselhos de balconistas ou amigos pois o uso abusivo da cortisona pode provocar danos muitas vezes irreparáveis à saúde. Quem nunca ouviu dizer que a cortisona é faca de dois gumes? E é verdade. Mas, cabe ao médico utilizar o “gume certo” e usufruir o benefício do medicamento com o mínimo de efeitos colaterais indesejáveis.

CORTICÓIDES INJETÁVEIS:

Os corticóides podem ser utilizados por via venosa ou intramuscular nas crises agudas de asma e em situações de emergência, como no choque anafilático. Atuam promovendo a diminuição do processo inflamatório e do edema, diminuindo a chegada das células e de fatores chamados mediadores da inflamação.
Entretanto, existem no mercado algumas formas para uso intramuscular e que têm liberação lenta (formas de depósito), permanecendo na circulação por cerca de 20 a 30 dias após uma única aplicação. Esta liberação lenta tende a provocar efeitos colaterais mais graves e intensos e por isso não são recomendadas no tratamento de doenças alérgicas.

Os principais efeitos colaterais dos corticóides sistêmicos – em comprimidos, xaropes ou injetáveis são:
• Aumento de peso com deposição central de gordura (giba de búfalo).
• Tendência a aumentar a pressão arterial.
• Retenção de água (edema).
• Tendência ao aumento do açúcar no sangue (diabetes).
• Aumento da acidez estomacal (azia, gastrite).
• Perda de cálcio ósseo (Tendência à osteoporose).
• Insônia, agitação.
• Aparecimento de cãimbras.
• Acne, surgimento de pêlos na face.

CORTICÓIDES INALADOS

O uso inalado é considerado padrão ouro no tratamento de controle da asma e da rinite alérgica, atuando no processo inflamatório das vias respiratórias e resultando no controle da doença, devendo ser mantido de forma contínua e por tempo prolongado.
Resalta-se que os corticóides inalados não são indicados para uso nas crises, mas sim na prevenção e controle da asma.
Apesar de seguros, os corticóides inalados também podem causar efeitos colaterais, mas em geral de forma localizada, como a rouquidão (disfonia) e candidíase oral (“sapinho”). Os efeitos colaterais sistêmicos são raros e de pequena intensidade.
Os corticóides inalados podem ser usados sob forma se nebulização, como “sprays” ou aerossóis (popularmente conhecidos como "bombinhas”) ou ainda em forma de inaladores de pó. É imprescindível lavar a boca após o uso. No caso dos aerossóis ou sprays, recomenda-se também o uso de espaçadores, a fim de reduzir possíveis efeitos colaterais locais.

Vantagens do uso inalado:

- A medicação atua mais rápido;
- As doses são menores (microgramas);
- Os efeitos colaterais sistêmicos são mínimos;
- Pode-se utilizar por tempo prolongado sem alterar o equilíbrio do eixo hipófise - arenal
.

CORTICÓIDES USADOS SOB FORMA DE CREMES E POMADAS
Usados no tratamento de doenças alérgicas da pele como a dermatite atópica e o eczema de contato.


Em resumo:

USO ADEQUADO:
• Para tratar crises fortes ou moderadas nas doenças alérgicas.
• Utilização deve ser de preferência por via oral (comprimido ou xarope), em doses adequadas e por período curto (5 a 7dias).
• Utilizar com orientação e supervisão do médico.

USO INADEQUADO:
• Uso por conta própria e sem orientação médica.
• Utilização repetida de injeções de depósito (ação prolongada).
• Evitar corticóides a todo o custo e só usar quando a crise já for muito grave.
• Usar baixas doses por tempo longo ou modificar a prescrição do médico por medo de efeitos colaterais.

Alguém tem medo de beber água?

Certamente não... Mas água também pode afogar e matar!

Corticóides usados de maneira adequada
são medicamentos seguros, úteis e confortadores, preciosos como a água.




Rio de Janeiro, 11 de Outubro de 2009
Nota da Editoria:


ATENÇÃO: Não sabemos porque, mas infelizmente o Blogger está bloqueando e recusando os comentários enviados para este post. E, mesmo após a liberação pela nossa moderadora,  não aceita a publicação dos comentários enviados recentemente. 

A partir desta data, pedimos a gentileza de que os comentários sejam enviados diretamente à nossa equipe médica através do email: blogdalergia@gmail.com

208 Dê sua opinião:

«Mais antigas   ‹Antigas   201 – 208 de 208   Recentes›   Mais recentes»
Aléxia disse...

Como muitos aqui, também sofro de alergias.
Tenho DERMATITE ATÓPICA desde bem pequenininha. Hoje com 17 anos, e após um período de extremo sofrimento com minha pela extremamente machucada, ressecada e com placas avermelhadas, finalmente pareço ter encontrado uma solução. Há três meses comecei a fazer um tratamento ortomolecular e com umas vacinas (imunoterapia ativada - ITA) e desde então não tenho tido mais coceiras, minha pele melhorou tanto que até consigo tomar banho, coisa que antes era impossível, uma vez que a água estimulava umas células e eu saiu roxa do chuveiro. Tenho relatos de pessoas asmáticas e alérgicas que fizeram tal tratamento e hoje vivem bem e livre de crises.
Se alguém por aqui se interessar, pode entrar em contato por email (lex._c@hotmail.com). Sei o quão difícil é enfrentar tais doenças, pois já consultei inúmeros médicos e agora pareço ter encontrado uma luz, por isso gostaria de compartilhar com aqueles que ainda buscam uma cura!

mami disse...

meu filho esta tratando com corticoides (?) um problema serio chamado Sindrome Nefrotica..em uma semana ele ja apresenta acne, rosto de lua, e o que me deixou em duvida seé efeito do remédio a irritação..falta de paciencia com as pessoas...gostaria de saber se é isso mesmo e qto tempo depoisdo trtamento a pessoa percebe o fim dos, efeitos colaterais.Obrigada

Anônimo disse...

vcs podem me mandarem o livro tenho muita alergia rinite e sinusite e meu filho asma e rinite mudança de temperatura e poeira é muito complicado nao aguento mais usar tanto corticoide . meu e-mail é dioneaparecidaribeiro@.com.br muito obrigada pela atenção,DIONE

Anônimo disse...

Boa noite,gostaria de saber se apenas uma injeção de decadron engorda e quanto tempo demora na corrente sanguinea, pois, estou fazendo dieta e a semana passada devido uma crise de sinusite o médico me receitou uma injeção de decadron com dipirona e desde então estou inchada...

Anônimo disse...

Bom dia !

Minha filha de 5 anos estava com sintomas de tosse seca e depois de 2 dias desenvolveu febre de 38,1. A médica disse que pela secreção na garaganta descendo seria uma rinite com sinusite (evolução do quadro alérgico) e passou antibiótico com predsim. Porém, meu receio é como os sintomas são semelhantes ao da gripe suína, fico com receio da medicação do cortcóide, caso ela tenha errado o diagnóstico. O problema é o uso pontual do mesmo com o paciente infectado pela gripe ou apenas para os pacientes que fazem o uso contínuo do mesmo ?

Anônimo disse...

Ola meu apelido é Dri e sofro com um quadro alergico permanente, já fiz todos os exames possives e biopsia no nariz, orelha e pescoço e todos os resultados são ??? inconclusivo.
Descobri em um teste cutaneo que tenho o grau maximo de alegergia a sulfato de niquel, substancia presente em quase tudo na natureza.
Só sinto a pele melhorar quando faço uso de corticoides, mas ultimamente todos que já usei nestes longos 36 anos não estão surtindo mas efeito, tenho uma medica de pele que quer muito me levar pra estudo, pois nunca viu um caso como o meu. Quero saber de vcs se já existe alguma medicação de ultima geração com exceção dessas relatadas nos relatos acima que fazem efeito prolongado, e prinpalmente que não engorda, ou que dão essas reações horriveis?
Minha axilia, virilha, palma e dedos das mãos, nariz e uma unica orelha ficam sistematicamente com aspecto inflamado mesmo com a medicação. Será que existe algum especialista otimo o suficiente para me ajudar.
Em Brasilia e no Espirito Santo não tem.
Desde já agradeço a atenção e desculpe o desabafo.

Anônimo disse...

Boa noite


Meu filho de 4 anos faz tratamento a 1 ano de busonid spray toda noite, ontem depois de 1 ano entrou em crise de bronquite, foi receitado, predsin 1 vez ao dia e inalacao com berotec 5 gotas 3x dia, minha pergunta é se ele usa bombinha de corticoide nao tem contra indicacao ele usar junto com corticoide liquido?Obriga. Carlos.

Anônimo disse...

Booa noite ! eu estou tomando corticoide a uns 3 meses pq descobri q tinha lupos, estou toda inchada , cheia de pelos , criei estriia =/
mais minha consulta com a medica e de tres em tres semanas , e sempre ela tira um pouco , no começo do tratamento eu tava tomando 3 comprimidos por dia , agora estou tomando so um
e ate dezembro eu paro de tomar ...
maiis uma coisa q ta me deixando preocupada e
quanto tempo + ou - demora pra mim voltar ao normal ?
eu vo fika inchada assim pelo resto da vida ?
as estrias vão desaparecer ?
todos os efeitos colaterais são permanentes ou
coom um tempo volta ao normal ?
por favor esclareça isso pra mim !
estou muito preocupada com os efeitos colaterai =/
obrigada ;*

«Mais antigas ‹Antigas   201 – 208 de 208   Recentes› Mais recentes»
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...